Volvo já testa caminhão movido a hidrogênio

    [Fonte: Automotive Business]

    Veículos a célula de combustível, que não emitem carbono, devem ser comercializados ainda nesta década

    A Volvo revelou nesta terça (21) que irá desenvolver caminhões elétricos usando hidrogênio como combustível. O modelo, que pode ser visto na foto acima, já está em testes na Europa e as avaliações com clientes em operações reais começarão em alguns anos. O início da comercialização no continente está previsto ainda para esta década.

    O caminhão da Volvo movido a hidrogênio promete autonomia comparável à de muitos caminhões a diesel – até 1.000 km – e um tempo de reabastecimento inferior a 15 minutos. As duas células de combustível têm a capacidade de gerar 300 kW de eletricidade a bordo. Como o hidrogênio é transformado em energia e água, é um combustível neutro em emissões de CO2.

    Células de hidrogênio do caminhão virão de JV da Volvo

    As células de combustível serão fornecidas pela Cellcentric, joint-venture (JV) entre o Grupo Volvo e a Daimler Truck AG. A empresa tem planos para construir uma grande fábrica na Europa para a produção em série de células de combustível especialmente desenvolvidas para veículos pesados.

    “Estamos desenvolvendo essa tecnologia há anos e é ótimo ver os primeiros veículos chegando com sucesso à pista de testes”, comemorou, em nota, Roger Alm, presidente da Volvo Trucks. “Caminhões elétricos movidos a hidrogênio são adequados para longas distâncias e aplicações pesadas e com alta demanda de energia. Eles também podem ser uma opção em países onde as possibilidades de recarga de bateria são ainda limitadas”, completou.