Stellantis transfere produção de Maseratis para Turim

    [Fonte: Automotive Business]

    A Stellantis anunciou nesta semana que sua maior fábrica, em Turim, na Itália, será adaptada para produzir carros elétricos a partir de 2022. A fabricação de Maserati será alocada na fábrica – embora os modelos hoje sejam a combustão, o objetivo é eletrificar toda a marca até 2025, segundo um anúncio feito pela montadora no ano passado.

    Chamada de “Fiat Mirafiori” em homenagem ao distrito onde está localizada, a fábrica foi inaugurada em 1939, tem 2 mil km2 e emprega cerca de 18 mil pessoas (em seu auge, na década de 1970, eram mais de 60 mil funcionários). Atualmente, a planta produz o carro elétrico Fiat New 500 e as baterias para ele.

    Com a medida, os modelos Maserati Ghibli e Quattroporte, ambos a combustão, deixarão de ser produzidos na fábrica de Grugliasco e serão transferidos para Turim. Os 1.100 funcionários também serão realocados. Como as fábricas só estão distantes 4 km uma da outra, o trajeto dos empregados não será comprometido. Com isso, Grugliasco passará apenas a fabricar componentes.

    O primeiro Maserati elétrico será um SUV híbrido chamado Grecale, que deve ser apresentado ao mundo em novembro deste ano.