Projeção mostra novo Citroën C3 Aircross com linhas modernas de SUV

    [Fonte: Estado de São Paulo]

    Novo Citroën C3 Aircross terá estilo de SUV com visual do C3 e do C5 Aircross; utilitário terá versões elétrica e híbrida e estreia em 2024

    A Citroën está prestes a lançar o novo C3 no Brasil, mas, no exterior, a próxima geração do Aircross, versão SUV do hatchback, já é esperada. A sua revelação será em 2023, com lançamento até 2024. O visual promete ser o ponto alto, com o estilo mais moderno da marca francesa. Tal como contamos em maio no Jornal do Carro, o novo C3 Aircross seguirá o visual do C3 do C5 Aircross, com os faróis conectados ao logotipo do duplo chevron.

    Citroën
    Citroën/Divulgação

    Na projeção publicada pelo site Carscoops (foto principal), o novo Aircross mostra semelhanças com o C3 (abaixo). O SUV compacto terá, por exemplo, barras transversais no teto e peças plásticas na carroceria que realçam o estilo de utilitário. Além disso, os para-lamas e a parte inferior das portas e para-choques terão molduras. Dessa forma, o novo C3 Aircross terá porte de SUV e não derivará mais de uma minivan, como o modelo anterior.

    Feito sobre a nova plataforma modular CMP da Stellantis (como Peugeot 2008 e Opel Mokka, por exemplo), o C3 Aircross deve pular dos atuais 4,15 metros de comprimento para cerca de 4,30 metros. Assim, o SUV originalmente brasileiro (uma adaptação do C3 Picasso) ganhará um salto inclusive em posição de mercado.

    O novo C3 Aircross é uma das três novidades que a marca francesa produzirá no Brasil, a começar pelo C3. De acordo com a projeção, o SUV tirá luzes diurnas de LEDs acima dos faróis principais. A grade fica dividida em duas partes.

    Citroën
    Citroën/Divulgação

    Mais sobre estilo

    Chama a atenção a grande área envidraçada, com janelas que invadem toda a coluna C. Aliás, com colunas pintadas de preto que se fundem às superfícies de vidro, o teto fica com estilo flutuante. Nas lanternas, o mesmo formato reto com pontas arredondadas dos modelos C4 Cactus e C3. Dos lados, o desenho destaca as rodas de liga leve em dois tons. Entretanto, mais parecem ser calotas sobrepostas às rodas de aço.

    Por dentro

    Apesar de não haver projeções, o Carscoops afirma que a cabine do C3 Aircross deve seguir a cartilha dos irmãos C4, C4 X e, também, do C5 Aircross. Assim, deve adotar visual mais angular para a tela central. Haverá, ainda, quadro de instrumentos digital com tecnologia Head-Up Display, que projeta informações no para-brisas. Detalhes coloridos, que acompanham a cor da carroceria, e vários porta-objetos devem criar um ambiente interativo e confortável.

    Sobre mecânica, ainda não há nada de concreto. A Citroën não revela oficialmente, mas especula-se que o SUV compacto ganhe da Stellantis uma nova variante do 1.2 PureTech a gasolina. Assim, pode ter sistema híbrido leve. Já a configuração elétrica terá motor com potência de 136 cv e torque de 26,5 mkgf. O pacote de baterias de íon de lítio deverá ter 50 kWh, com autonomia superior a 345 km. Uma opção mais barata, com 99 cv, é especulada.

    No Brasil, entretanto, deverá vir com motores a combustão. Acredita-se que a marca opte pelo 1.3 Firefly e pelo 1.0 turbo de 130 cv – ambos já presentes em outros modelos da Stellantis, como o Fiat Pulse. A oferta de versão híbrida também está nos planos.