Motoristas homens morrem mais que mulheres em acidentes de trânsito em SP

    [Fonte: Exame]

    De acordo com dados do Detran-SP, 93% dos motoristas que morreram em acidentes de trânsito no estado em 2020 eram homens

    Os dados são de janeiro a setembro de 2020 em que foram registrados 2.238 acidentes em que o condutor faleceu. Os números levam em conta vias municipais (52%) e rodovias (43%) do estado de São Paulo. Deste total, 1.266 eram condutores de motocicletas e 544 de automóveis.

    Quando a vítima é o passageiro, as mulheres são 50,33% e os homens, 49,67%. Os jovens, entre 18 e 24 anos, são a maioria desta estatística, e somam 452 óbitos. O total de acidentes quando houve alguma morte, passageiro ou motorista, é de 3.332.

    Ainda de acordo com dados do Detran-SP, o estado tem um total de 26 milhões de condutores e as mulheres correspondem a 40%. Das 91.500 carteiras de habilitação suspensas entre janeiro e março de 2020 no estado, apenas 26% pertencem às condutoras.