Fiat Pulse estreia no México por R$ 90 mil, mas sem motor 1.0 turbo

    [Fonte: Auto mais tv]

    Ganhando novos territórios, Fiat Pulse agora passa a ser vendido no México, mas seu o seu principal atrativo

    Depois de começar a ser vendido na Argentina, o Fiat Pulse agora também será vendido no México. A carreira internacional do SUV compacto brasileiro mostra algumas curiosas diferenças para cada país que ele atua. Exemplo disso é que no México não haverá Pulse 1.0 três cilindros turbo. Por lá, ele começa em 355 mil pesos (R$ 90.706).

    Todo Fiat Pulse no México é vendido com motor 1.3 aspirado, que recebe o nome Eco-Friendly ao invés de Firefly como é no Brasil. A mudança de nome é tão evidente que o escrito Firefly capa do motor não está mais lá. Apesar disso, o 1.3 quatro cilindros aspirado entrega 97 cv e 13 kgfm de torque. No Brasil são 98 cv e 13,7 kgfm quando abastecido com gasolina.

    Como lá no México não há versões flex do Pulse e a gasolina domina, os números com etanol ficam de fora. O interessante é que a Fiat declara consumo médio de 19,5 km/l para o Pulse CVT no México. No Brasil, a combinação de motor 1.3 e a transmissão continuamente variável produz 12,6 km/l na cidade e 14,3 km/l na estrada com gasolina.

     

    Fiat Pulse Impetus [divulgação]

    A gama de versões muda um pouco. O Pulse começa em 355 mil pesos (R$ 90.706) na versão Drive manual. A Drive Plus é a nossa Drive CVT, a qual eleva o preço a 385 mil pesos (R$ 98.371). A versão Audace do Pulse mexicano, ao contrário do brasileiro, tem motor 1.3 ao invés do 1.0 turbo e custa 410 mil pesos (R$ 104.796).

    Por fim, o Pulse Impetus custa 445 mil pesos (R$ 113.742). A lista de equipamentos e de cores é idêntica à oferecida no Brasil. Vale lembrar que por aqui o Pulse custa entre R$ 95.290 na versão Drive 1.3 manual e R$ 126.990 na Impetus 1.0 turbo CVT.