Fiat e Peugeot lideram aumento de carros zero km em setembro, diz estudo

    [Fonte: UOL]

    As marcas Fiat e Peugeot – irmãs no recém-formado grupo Stellantis – foram as empresas que mais tiveram aumento em seus modelos novos no mês de setembro. A informação é da KBB Brasil, que monitorou os preços e informou que o nono mês do ano foi o que teve os maiores aumentos no mercado até o momento em 2020.

    Na média, o aumento de preços dos carros 0 km foi de 1,93%. Bem alta se comparada com a média mensal de -0,27% observada pelo segmento ao longo de 2019.

    De 21 marcas, apenas duas tiveram reajustes negativos abaixo da média de 2019 (Porsche, com -1,18%, e Land Rover, com -0,55%). Outras duas também registraram reduções de preços, porém ainda acima do patamar do ano passado (Kia, com -0,26%, e Nissan, -0,10%). As outras 17 marcas sofreram acréscimos para veículos novos neste mês.

    A lista é encabeçada pela Fiat, que teve aumento 4,68% nos 0 km. Logo atrás vieram Peugeot (aumento de 3,88%), Caoa Chery (3,54%), Renault (2,75%) e Mercedes-Benz (2,64%).

    Entre modelos, o que mais sofreu reajuste foi o Volkswagen Amarok (19,29%). Ele foi seguido por Fiat Strada (13,40%), Fiat Fiorino (12,69%), VW T-Cross (9,56%) e Fiat Toro (8,16 %) no top 5. Se juntam aos modelos no ranking até o décimo lugar VW Saveiro (6,82%), Toyota Hilux (6,16%), Renault Duster (4,66%), Renault Captur (3,68%) e Renault Kwid (2,61%).