FCA prepara investimento na produção de novos motores em Betim

    [Fonte: Notícias Automotivas]

    A FCA deverá anunciar um grande investimento em sua fábrica de motores em Betim-MG. O aporte deve permitir a produção de novos propulsores na planta mineira, atendendo assim às marcas Fiat e Jeep. De acordo com o jornal O Tempo, a filial brasileira teria vencido uma disputa pelo investimento com sua equivalente na China.

    O anúncio será feito no dia 22 de maio e terá a presença do prefeito de Betim, Vittorio Medioli. Para o chefe do executivo local, o investimento é “extremamente importante para recuperar parte da produção perdida”. A FCA já havia indicado uma aplicação de dinheiro na produção de motores em fevereiro.

    Na época, Antônio Filosa, presidente da Fiat para a América Latina, revelou que havia chances da nova unidade de produção de motores ser instalada na região da Grande Belo Horizonte. Ao ser iniciar a construção da planta, a fabricação de motores se daria em 18 meses. Ou seja, agora só no final de 2020.

    E o que será feito? A expectativa é que os motores Firefly Turbo venham a ser feitos no local. A FCA tem planos para cinco novos propulsores. Na Europa, a montadora ítalo-americana já produz essa nova linha, que tem turbocompressor e injeção direta de combustível, bem como sistema MultiAir nos dois comandos de válvulas.

    FCA prepara investimento na produção de novos motores em Betim

    Baseados nos atuais Firefly 1.0 e 1.3 usados pela Fiat em modelos como Mobi, Uno, Argo e Cronos, os novos motores deverão permitir às duas marcas produzidas localmente, a substituição dos propulsores E.torQ Evo e Tigershark, que possuem volumes de 1.8, 2.0 e 2.4 litros.

    Na linha Firefly Turbo, o propulsor 1.0 de três cilindros tem 120 cavalos e 19,3 kgfm. No caso do 1.3, há duas opções: 150 cavalos e 27,4 kgfm ou 180 cavalos e até 29,0 kgfm. Com esse trio, a FCA poderá dar um fôlego novo para modelos como Fiat Toro, Argo e Cronos, assim como Jeep Renegade e Compass, entre outros.