Com subsídios, venda de carros elétricos na Europa supera China

    [Fonte: Money Times]

    As vendas de veículos elétricos na Europa Ocidental ultrapassaram as da China no mês passado, impulsionadas por maiores subsídios de governos como Alemanha e França para estimular a demanda esmagada pela pandemia.

    Os cerca de 500 mil veículos híbridos plug-in e elétricos a bateria emplacados na Europa durante os primeiros sete meses do ano excederam as vendas da China em cerca de 14 mil unidades, segundo relatório de Matthias Schmidt, analista independente do setor automotivo em Berlim.

    Além de ajudar montadoras a se recuperarem do impacto da pandemia de coronavírus, os incentivos de governos ajudam fabricantes a cumprirem padrões de emissões mais rígidos.

    A Europa deve superar 1 milhão de veículos híbridos plug-in e elétricos vendidos neste ano, disse Schmidt, com mais carros da Tesla disponíveis na região e aumento das entregas do modelo a bateria ID.3 da Volkswagen.

    Embora o mercado automotivo da China tenha se recuperado, o governo reduziu subsídios que sustentaram as vendas de veículos de energia nova. O objetivo é incentivar montadoras a competirem por conta própria.