Com demanda fraca, Volkswagen suspende contratos no Paraná

    [Fonte: Automotive Business]

    Montadora aplicará lay-off na fábrica do T-Cross em junho. Medida poderá envolver até 700 funcionários

    A Volkswagen seguiu sua programação de ajuste na linha de produção da fábrica de São José dos Pinhais (PR), onde produz o SUV T-Cross, e aplicará lay-off na unidade em junho. A reportagem de AB já havia antecipado a informação no começo de abril.

    De acordo com o sindicato local dos metalúrgicos, até 700 trabalhadores estão envolvidos na medida, que havia sido prevista em acordo coletivo firmado com a montadora previamente. O quadro ficará de fora das atividades a partir de 1º de junho por um período que poderá se estender até cinco meses.

    No ano passado, também no início do terceiro trimestre, a montadora preparou lay-off para a unidade paranaense, em função da falta de semicondutores. O cenário se repete novamente em 2023 mas com um fator a mais, no caso, a demanda desaquecida.

    De acordo com o sindicato, 2,2 mil funcionários atuam na fábrica paranaense. Com o lay-off, o ritmo de produção da unidade cai de 500 para cerca de 300 unidades/dia, uma vez que a fábrica passará a operar em turno único.