Carros voadores: como novo motor da Nasa acelera vinda do veículo do futuro

    |Fonte: Uol|

    A cada inovação, os veículos do futuro ficam mais próximos da realidade. Agora que a Nasa (agência aeroespacial norte-americana) inventou um novo motor para os tão aguardados carros voadores, eles têm tudo para acabar chegando mais rapidamente. 

    O que mais chama atenção na novidade é que ela teve 20 anos de desenvolvimento para fornecer uma capacidade de voo muito mais refinada, potente e eficiente. Além da Nasa, outra empresa por trás do desenvolvimento e dos testes é a Applied eVTOL Concepts.

    O modelo que recebe a tecnologia é o Epiphany Transporter, um veículo vertical de decolagem e pouso (VTOL) que a empresa disse ser capaz de atingir uma velocidade máxima de 160 mph (258 km/h).

    A novidade tem capacidade de voo para até dois ocupantes e suas bagagens, com tamanho de um sedan grande e, como se não bastasse, tem a possibilidade de ser guardado na garagem de casa.

    Após várias constatações – que vêm sendo construídas desde 2002 – foi determinado qual deveria ser o design do motor. O segredo está nos dutos, que abrigam lâminas giratórias que fornecem o empuxo (termo equivalente à potência dos motores normais).

    O resultado é a primeira grande validação bem sucedida para que, após mais tempo e dinheiro investidos, possa começar a levar pessoas pelos ares.

    O fundador da Applied eVTOL Concepts, Michael Moshier, acredita que eles avançaram consideravelmente a tecnologia desde a prova inicial do trabalho de conceito no túnel de vento da NASA.

    “Temos todos os motivos para acreditar na capacidade de nossos propulsores patenteados comprovados em campo e no design de veículos de ponta para funcionar em voo conforme o esperado” – Michael Moshier fundador e CEO da Applied eVTOL Concepts