Brasil criou melhor programa para preservar empregos na pandemia, diz Filosa

    [Fonte: Poder 360]

    É o CEO da companhia Fiat Chrysler

    Falou ao programa Poder em Foco

    O presidente da Fiat Chrysler para a América Latina, Antonio Filosa, diz que o Brasil criou 1 dos melhores programa do mundo de suporte às empresas durante a pandemia.

    Filosa refere-se ao Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, criado pelo governo federal.

    As regras foram definidas por meio de uma Medida Provisória (de nº 936). A iniciativa permite a suspensão do contrato de trabalho ou redução da jornada de 25% a 70%. A União paga os empregados com base no seguro-desemprego a que teriam direito. Quase 9,5 milhões de pessoas foram assistidas até o início do mês.

    “A MP 936 é das melhores medidas que conheço globalmente. Em outros países houve ações semelhantes, mas não melhores porque o resultado final foi muito parecido. E tiveram países que não adotaram medidas e o desemprego foi pior”, disse Filosa em entrevista ao Poder em Foco que vai ao ar neste domingo (30.ago.2020), no canal do Poder360 no YouTube e no SBT.

    O executivo disse que a Fiat Chrysler não demitiu nenhum funcionário. “Vamos manter o quadro até o final do ano em todas as fábricas. Num período tão complexo como este é notável. Claro que se não se resolve até lá isso vai ser um desafio”, disse.

    Filosa estima que o setor automobilístico registrará queda nas vendas de 30% a 40% em 2020, em toda a América Latina. No entanto, ele considera que o pior já passou. Em 23 de março, a automobilística interrompeu a produção de todas as fábricas no Brasil. “É 1 dia que nunca vamos esquecer”, afirmou.

    Depois de 50 dias, todas as produções voltaram. O CEO da Fiat Chrysler aposta que a indústria de automóveis terá uma recuperação robusta no fim deste ano. A empresa, inclusive, mantém a previsão de investimentos de R$ 16 bilhões em novas fábricas, produtos e serviços no país, até 2025.

    QUEM É ANTONIO FILOSA

    Antonio Filosa tem 47 anos. Nasceu em Nápoles, na Itália. É formado em engenharia pelo Instituto Politécnico de Milão e em gestão na Fundação Dom Cabral.

    Está na Fiat desde 1999. Já ocupou diversos cargos na mesma empresa na Espanha, nos Estados Unidos, na Itália e na Argentina. Desde 2005, atua no Brasil.

    Em 2014, a Fiat se juntou com a Chrysler.

    Desde abril de 2018, Filosa comanda a divisão do grupo para a América Latina. Atualmente, ele mora na capital mineira, próximo à fábrica da Fiat em Betim, em Minas Gerais.