Bentley descobre tecnologia inovadora para motores de carros elétricos

    [Fonte: Olhar Digital]

    Programa Octopus anunciado pela montadora britânica promete resultados em três anos; ideia é criar um motor totalmente sustentável que não precisa de cobre

    Mesmo com a Tesla estando alguns passos a frente no setor de carros elétricos, outras montadoras têm investido bastante em modelos movidos com energia elétrica. Agora, a Bentley acredita ter descoberto algo que pode inovar o mercado de veículos elétricos nos próximos anos.

    A marca britânica de carros de luxo anunciou nesta quarta-feira (5) o programa Octopus. Por meio dele, a montadora espera ter resultados reais nos próximos três anos para melhorar os motores elétricos. A ideia da Bentley é criar um motor totalmente sustentável que, se tudo correr como planejado, será incorporado diretamente nas plataformas dos veículos.

    motor-eletrico-Bentley.jpg

    Novo motor que deve estar presente em veículos elétricos da Bentley. Foto: Bentley

    Além disso, a marca afirma que o motor em potencial não precisa de cobre, um metal caro, e que pode ser totalmente reciclado após o carro deixar de ser usado. Isso possivelmente ajudaria também na redução da peça e, consequentemente, dos veículos em si.

    Se os planos seguirem o cronograma inicial, o novo motor deve estar presente no primeiro modelo elétrico da Bentley previsto para antes de 2026.

    Tesla disposta a dividir tecnologia

    A Tesla pode ser a montadora mais valiosa do mundo em valor de mercado e a líder do segmento de veículos elétricos, mas a empresa não tem a intenção de exterminar seus rivais do mercado automotivo. Pelo contrário, sua missão é acelerar o advento da energia sustentável.

    Para tal, a companhia de Elon Musk estaria até disposta a fornecer aos seus principais concorrentes os componentes-chave que lhes permitiriam produzir carros elétricos comparáveis aos da Tesla.

    Em resposta a uma notícia do site Teslarati, sobre como as empresas automobilísticas alemãs pretendem alcançar o nível de sucesso da Tesla, Musk retuitou a matéria dizendo estar aberta a ajudar a concorrência.